Conversando sobre amamentação, com mamãe Roberta!

Lendo o texto maravilhoso da Roberta, minha experiência com a amamentação passou em minha mente como um filme. Infelizmente não tive o conhecimento da relactação, mas assim como ela tentei de tudo para ver meu filhote mamando exclusivamente. Mas minha história irei contar em breve.


Relactação: a luta continua


Quando descobri a Relactação, conheci virtualmente duas mães que tinha feito (Barbara Saleh e Kelly Carvalho), e as duas fizeram por semanas e não precisaram mais. Mas eu acabei continuando, pois ele não queria pegar o peito sem a sondinha, por mais que eu tentasse.
No site que li sobre a Relactação tinha fotos e explicava como fazer, mas acabei adaptando do meu jeito mesmo. Até comprei o Mama Tutti, mas era muito pequeno, então usava a mamadeira.
Em março falando com a Kelly ela me indicou duas Consultoras de Amamentação e assim conheci a Rosane Baldissera do Mamãe & Bebê Consultoria em Amamentação e ela me deu dicas ótimas e um baita apoio.
Eu estava usando a sonda número 6 e via que cada dia ele mamava mais rápido e ficava menos tempo no peito. Uma das dicas da Rosane foi usar a sonda menor a número 4. Acabei achando para compra de SC pela internet. Durante uns dias senti a diferença e ele ficava mais no peito, mas logo aprendeu a chupar mais rápido.
Nova dica da Consultora, apertar a sondinha na hora de amamentar. E assim fiz por dicas, meus dedos ficavam quase roxos. Porém ele teve roséola e passou a mamar pouco ai foi tudo por água abaixo.
Continuei em busca de soluções para aumentar o leite, tomei cápsula de alfafa, levedura de cerveja, e nada. Já tinha lido sobre um tal de Promil que é de Portugal, então só importando e decidi investir mais uma vez com a esperança de aumentar o leite.

Mas será que terá o efeito milagroso que estou esperando?


Minha estória não acabou


Antes de comprar o Promil, usei por algumas semanas o spray nasal Syntocinon, mas novamente não obtive o resultado desejado.
Depois de três semanas de espera, finalmente o Promil chegou de Portugal (é um suplemento alimentar). Comecei então a tomá-lo: 2 sachês ao dia e conforme a farmácia me disse, após a primeira caixa já teria resultados, porém, já estou terminando a terceira caixa e nada mudou. E se mudou, foi para pior, antes eu ordenhava após as mamadas um total de 60 ml ao dia, agora, não consigo nem 10 ml.
Antes acordava com a blusa úmida de leite agora não mais. Estou vendo dia a dia meu leite desaparecer, mas continuo insistindo na Relactação, pois, aprendi muito com as mulheres do Grupo de Aleitamento Materno Solidário do Facebook: não desistir.
Tenho conversado com muitas mães que estão com problemas para amamentar e dou sempre meu apoio para continuarem.
Acredito que se eu soubesse o que sei agora lá no início, tudo poderia ter sido diferente.
Dia primeiro comemoramos o Dia Mundial da Amamentação e me sinto orgulhosa de pelo menos não ter desistido.
Espero que minha estória ajude outras mães a persistirem nesta tarefa que pode não ser fácil, que pode doer muito, dar rachaduras, fissuras, mas que é a mais linda forma de amor entre mãe e filho: AMAMENTAR.



Obrigada Roberta por seus textos e por ter aberto para outras mamães sua história!

beijos

 

0 Comentários:

Postar um comentário

Amo quando você comenta! Sua opinião é muito importante e cada comentário muito especial!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...