Porque as crianças sentem medo?


Esse final de semana fomos para a praia e o Murillo ficou com medo de entrar no mar, chegava perto ele fazia um olhar muito estranho e voltava correndo. Na segunda-feira eu conversei com a professora da natação dele, para saber o porque né? Ela me falou que pode ser pelas ondas, pelo barulho ou pela temperatura muito baixa.

Fui pesquisar um pouco mais sobre o “Porque as crianças sentem medo?” E achei essa matéria no site Bebê Abril adorei, vale a pena a leitura.


Imagem: google

 "O medo faz parte da natureza humana. É um estado emocional que ativa os sinais de alerta do corpo diante dos perigos e uma importante etapa do amadurecimento afetivo de bebês. A tarefa dos pais é ajudá-los a lidar com os próprios temores, que tendem a florescer ainda mais nos primeiros aninhos de vida. Mas qual o limite entre o medo normal e o exagerado? O que fazer quando o pequeno começa a sofrer? Para a psicóloga Maria Tereza Maldonado, de São Paulo, o saudável é buscar o equilíbrio. “A falta de medo expõe a criança ao risco e o excesso dele faz com que ela se feche, numa espécie de prisão sentimental”, explica a especialista. “O ideal é ajudar a criança a identificar o medo ‘amigo’ e o medo ‘inimigo’. O primeiro ela deve obedecer, e o segundo, desobedecer.”

Na prática, o que se espera é que o pequeno aprenda a dominar seus temores e não ser dominado por eles, assim como acontece com os adultos. A diferença é que meninos e meninas têm uma percepção mais inocente dos acontecimentos, uma imaginação bastante fértil e uma menor capacidade de discernimento dos fatos. “Esses três ingredientes juntos transformam um simples ralo de piscina na mais pavorosa ameaça à vida humana”, ilustra Maria Tereza, cujo filho passou por essa situação. “Ele viu uma folha ser tragada pelo ralo e deduziu que o mesmo aconteceria com qualquer um que entrasse na água.”

Identificar a origem ou mesmo a existência do medo infantil exige dedicação. É preciso estar atento aos sinais demonstrados pela criança e saber conversar com ela sobre o que lhe causa pavor. Os pais e os responsáveis devem dar corda e valorizar tudo o que a garotada diz. Também precisam lembrar-se de que nem sempre os pequenos se comunicam por palavras. “A oportunidade de se expressar dá à criança a chance de encontrar a saída sozinha”, garante Maria Tereza.

“18 a 36 meses
Água, pessoas mascaradas (Papai Noel), escola e tudo o que for estranho à sua rotina. É importante saber que a zona de conforto do bebê está ligada à ordem.” "

Site: Bebê Abril

Deixar a criança se expressar, vou conversar com o Murillo para que possa me falar o porquê ele sente medo do mar. Venho contar tudo para vocês.
E por ai do que os bebês sentem medo? Como você lidaram com a situação? Conta tudo para gente! 




15 Comentários:

  1. amiga Isa também chora de se acabar com medo do mar
    eu não insistia mais sempre a levava a praia
    para ela saber que ali não fazia medo demorou
    mais valeu muito a pena virou peixinho kkkkkk
    amei a postagem
    lindo dia bjs

    http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Bom amiga acho que cada criança tem medo de alguma coisa o importante é conversar sobre assunto e fazer superar os medos.
    Bju

    ResponderExcluir
  3. Eu achei bem legal esse post o negocio é conversar com a criança esclarecer é muito bom
    bjossssssss
    http://euvireimamae.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post ... Aqui quando o Gui apresenta medo, conversamos com ele, mostramos que não tem problema, explicamos, fazemos para ele vê que esta td bem, e soa poucos vamos fazendo ele peder esse medo, indo junto com ele, e isso normalmente funciona aqui. Mas não forçamos vamos deixando td ao seu tempo
    Beijos Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Interessante amiga
    Não sabia disso
    Bjkas
    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. interessante amiga, converse com ele deixe -o libertar o que ele tem medo,
    e der coragem a ele
    bjo

    ResponderExcluir
  7. Toda criança tem medo de alguma coisa, muito boa a matéria e vale a pena a leitura mesmo.

    Carlah Ventura
    Blog Intensa Vida

    ResponderExcluir
  8. Ótimo post amiga ... por aqui a Luma tinha medo dos personagens que ela via na tv quando estava pessoalmente frente a frente ... Mas agora tudo está resolvido ... sempre depois de uma boa conversa . ela ficava bem .. bjs

    Beijos .. Roberta & Luma
    http://princesaluma.blogspot.com.br/
    http://motivosparaestareserfeliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Otimo post abordado, acho que conversar é otimo. Aqui o Isaac tinha medo de mostro, meu sobrinho brincou com ele uma vez, e despois deste dia ficava morrendo de medo de ir no quarto sozinho, mostrei que não existia e que sempre estaria presente e passou.
    Bjs
    VIvi e Isaac

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho receio de entrar no mar ou até mesmo em um piscina não costumo entrar sozinha...
    bjus
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Também descobri estes dias que heitor tem medo de pessoas fantasiadas até de palhaço. No dias das crianças ele me agarrava quando chegava alguma pessoa de fantasia! Tadinho, morri de dó!
    Bjos
    Tatty
    http://diariomaedeprimeiraviagemtatty.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Adorei o post , minha filha quando tinha dois anos , pegou um medo de palhaço que não queria ir pra escola onde teve o show de palhaços , uma vez no mcdonalds ela se escondeu embaixo da mesa por causa do donald , mas hoje ela ja superou o medo , ainda bem :)
    beijos
    onossonude.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Gostei da matéria, super interessante.
    Meu sobrinho tem medo de foguete e de lugares muitos barulhentos.
    Beijos!
    www.mahmaquiagens.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olha aqui em casa não tenho problemas com o medo. Minhas crianças dormem só com a luz apagada, adora mar, palhaços. Nenhum medo sério demais.
    Bjs
    http://soumaedecinco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Aqui em casa é medo de escuro, ou quando ele vai a um canto sozinho, mais a gente tenta esclarecer pra ele as situações...

    Bjinhos

    mamaenathan.blogspot.com

    ResponderExcluir

Amo quando você comenta! Sua opinião é muito importante e cada comentário muito especial!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...