Ciumes e agora?


Acredito que a maioria de vocês saibam que eu tenho uma sobrinha que é como uma filha, todos os dias ela passa boa parte da tarde conosco aqui em casa. Além de ser um prazer ficar com ela, ainda é uma companhia para meu menino. Apesar de eles terem idades bem distantes e preferências distintas, eles conseguem brincar bastante juntos.


Antes de eu ser mãe e a minha sobrinha ainda ser filha única e neta única, ela era super mimada, já imaginou né? Com o nascimento do Lucas as atenção foram divididas e ela aceitou muito bem, continuo vindo sempre em minha casa e adorava brincar com ele. 
Após o nascimento do Lucas, ela passou a desejar muito um irmão, pedia várias vezes ao dia e não falava em outra coisa. Os planos da minha irmã era ter apenas um filho, isso é a Amanda, mas de tanto a pequena insistir no finalzinho do ano passado o irmãozinho tão desejado nasceu.
Minha sobrinha sempre teve gênio forte e decidida, como herança de família ela herdou um tom de voz alto. Porém ter duas crianças menores na família tem mexido bastante com ela. O lado doce e meigo tem sumido muitas vezes, dando espaço para gritos e rostinho feio.
Todos os dias ela vem para brincar com o Lucas, para que meus pais possam descansar, e ela chega por aqui super bem, mas conforme o tempo vai passando, a simpatia também vai indo embora dando lugar a "chatice nossa de todo dia". 
Muitas vezes fico totalmente estressada com a situação de gritos, meu menino tem aprendido a lição direitinho e grita junto com ela. Confesso que já cheguei a pensar em não deixa-la mais vim aqui, mas como fazer isso com alguém que você ama tanto?
Talvez a culpa seja minha por não dá a atenção que sempre dei a ela, tenho mil coisas a fazer durante o dia e confesso que aproveito o fato de ela está aqui para fazer algumas coisas que é impossível fazer estando sozinha com o Lucas.
Entra tapas e beijos, assim é a relação Amanda e Lucas. Sei que isso é até normal, mas não queria que fosse assim todos os dias. Fico sem saber o que fazer, a que lado dá a bronca e a que lado alisar, não quero, mas tenho a tendência natural a proteger Lucas por ele ser meu filho e por ser menor.
Agora que o irmãozinho dela está na fase das gracinhas, as coisas pioraram, PIORARAM, muito. Minha menina tem estado mas respondona e "grosseira".  Apesar de conversarmos muito com ela, sobre amor, atenção e darmos carinho, minha menina está com dificuldade com os sentimentos.
No sábado me entristece por demais, digo isso porque a amo muito. Minha mãe a trouxe para cá e não teve nem um só momento de alegria, ela gritava muito e respondia sem parar e acabou sendo levada para a mãe que estava colocando o bebê para dormir.
A palavra que traduz tudo o que se passa é ciumes. Ciumes de mim, ciumes dos pais e avós.  Eu fico aqui sem saber o que fazer e como agir e o pior o que pensar. E depois das tardes de gritos eu sempre resolvo adiar minha vontade de engravidar e ter outro bebê, tenho receio de que Lucas passe por essa fase difícil. 
Não deve ser nada fácil mesmo ser o centro de todas as atenções e depois ter que dividi-la com outras crianças, não deve se fácil ter os brinquedos que queria e depois ter que dividir o valor que seria gasto em um único brinquedo em dois para que o irmão também ganhe e mais não deve ser fácil ter tido festa de aniversários todos os anos e "resolverem" não fazer festa para pagarem a festinha de formatura dela no final do ano. Pensando em tudo isso que não é fácil para uma criança e que temos nos esforçado para que ela se sinta amada como ela realmente é. Decidimos meio em cima da hora fazermos uma festinha para algumas amiguinhas e cá estamos fazendo tudo e vivendo esses últimos dias entre colas e EVA'S.
Só desejo que essa fase de ciumes pleno se vá logo e deixe de volta minha menina doce e simpática, super inteligente e educada.
Aproveito que toquei no assunto da festa para mostrar algumas das coisinhas que tenho feito para ela, vale dizer que não sou profissional, então não está perfeito, mas dei o melhor de mim e finalmente ela ficou feliz em ver que vai ter um bolo grande e bonito que tanto queria.



23 Comentários:

  1. Olha essa fase é fogo tenho um filho de 6 anos e uma menina de 2 anos e meio, então sinto o ciúme das duas partes, porque a minha pequena é dominadora,meu filho tb sofreu com a atenção de todos que foram totalmente dividas em dois,mas eu vejo isso como um aprendizado de vida,nem sempre podemos ter tudo o que queremos e na hora que desejamos,temos que ter muita paciência e amor dobrado, eu já penso no terceiro,pra que venha e tb desfrute da companhia dos irmãos e amor da família. bjs

    ResponderExcluir
  2. o ciumes é algo serio amiga
    seja em criança seja em adulto
    tentar conversar com ela sobre tentar
    entende-la se conseguir que ela se abra é uma boa
    tenta amiga
    agora sobre vc ter outro
    você vai conversando com o Lucas
    sobre o assunto
    q vc vai ter que se dedicar
    mas ao menor, por não saber comer andar
    pedi sempre a ajuda dele
    isso ajuda muito

    parabéns amiga tá os trabalhos
    bjs


    Ser Mamãe Pela Segunda Vez
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  3. É só uma fase mesmo, é importante que ela continue sendo valorizada nas pequenas coisas que fizer!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Jamilly amei o bolo, muito lindo amiga :)
    Ciúmes é muito difícil mesmo, tem que ter muita paciência, ela quer atenção, realmente não deve ser fácil...bjus

    http://futuramommy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não pensa vc que vai acabar esses ciúmes de irmãos´pois não acaba não, mas de maneira saudável vai dando pra contornar rsrsrs.
    Bju

    ResponderExcluir
  6. Ai amiga, que dó. Fiquei muito triste com essa situação e espero que conforme ela va crescendo, ela vá melhorando desse ciumes, e entenda que da pra todo mundo. rs

    ResponderExcluir
  7. Ciumes é um problema, na minha opinião a conversa é o caminha para amenizar a situação e conforme ela for crescendo vai amadurecendo e o ciumes vai embora.
    bju
    Estou Crescendo

    ResponderExcluir
  8. que lindos amiga adorei, acho que ela vai gostar...
    voltando ao assunto.....
    eu tive medo de que isso acontecesse com alycia mas por enquanto esta tudo bem, mesmo com toda atenção que voces dão aos 3 , acho que ela sente falta de ser a preferida pois so tinha ela e quando de repente tem 2 meninos, tambem pode ser falta de amigas..não sei ai como é a vida dela...
    antes de eu ter minhas filhas eu tenho um primo que amo muito hj ele ja tem seus 6 anos mas como nao vejo muito ele, nao tivemos problemas...
    Faça varias brincadeiras com ela e o lucas e o calebe também , fazer passeios e conversas aqui tento fazer varias coisas com as meninas e converso muito com a alycia...
    mas como ela ja tem seus 8 anos ja era pra ela entender que esta crescendo e tem duas crianças em casa...isso tudo que ela faz acredito que é pra chamar atenção..vale tambem que os pais tem de brincar com ela e nao deixa-la de lado....
    acho que é isso ter paciência que é assim mesmo...
    HAAAA
    e no caso de voce adiar seu próximo filho por causa do lucas acho que vc nao deveria fazer isso (opinião) pois assim, quanto mais novo ele ter um irmão melhor pq eles crescem junto e brincam juntos...alycia ama a irmã vejo que elas vão ser amigas....
    mas cabe a vc decidir....se a manda ja tem 8 naos e um irmão de quase 1 anos e tem ciumes..quando que vc terá outro? quando o lucas tiver 10?....tambem vale ressaltar que depende da criação de como se convive


    aff fiz um texto
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Está lindo o bolo, ficou muito bom. Também tenho tido vários problemas com o João Pedro após a chegada da irmãzinha, inclusive ele está passando por sessões com a psicóloga, pois todo o seu lado agressivo veio a tona com a chegada da Ana Júlia. Enfim, não é fácil, mais também não é impossível, a psicóloga tem sido de uma ajuda fundamental e aos poucos nós conseguimos entender o que se passa na cabecinha do João Pedro e conseguimos lidar melhor com as situações do dia a dia e a ajudá-lo também. Bjs Lu
    www.soumaededoisanjinhos,blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Nossa amiga isso é ciúmes mesmo
    Não sei como lhe dar rss
    Mas vai conversando pra ela entender
    Essas crianças que são únicas, quando vem outro irmão, fica assim mesmo...
    Muita paciência e cuidado
    Amei a bonequinha
    Bjkas

    ResponderExcluir
  11. Sei como é isso, já tive esse ciúme kkk, mas hoje depois de uns anos kkkk, acho que
    consegui superar o ciúme.
    Que fofo o bolo, adorei! Beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Todos nós sentimos ciúmes, isso é do ser humano. a diferença está em como lidamos com isso.
    Mas tenho certeza que tudo dará certo.

    Beijocas, Cléo Moretti
    Dona Maricota Feliz
    Recanto das Mamães Blogueiras
    Era Uma Vez 2
    Era Uma Vez 1
    RMD Lingerie

    ResponderExcluir
  13. Tem que saber administrar isso...ciúmes é normal, até nas crianças, mas conversando e explicando tudo dá certo! lindo o bolo! beijo

    ResponderExcluir
  14. É apena uma fase... já, já sua sobrinha supera!!! Bjos!!!!

    ResponderExcluir
  15. Ai amiga que complicado, ser única e depois ter que dividir não deve ser nada fácil.
    Mas acho que ela com o tempo vai entender que agora tem que dividir, e que as pessoas a amam da mesma forma. A festinha vai ser o ponto para ela ver que pode continuar tendo uma festa, mesmo depois da chegada do irmão.
    Quanto a pensar não ter outro filho, acho que pode mudar. Afinal sempre quis dar um irmão para o Lucas, e acho que isso faz com o que aprenda a entender e dividir, eu penso assim.
    Quero muito outro filho, mesmo com as dificuldades que sei que vamos enfrentar, mas confio em Deus que vai dar tudo certo.
    Bjs
    Vivi e Isaac

    ResponderExcluir
  16. Ai amiga que situação difícil... me faltam palavras pra te dizer algo... fico aqui imaginando a cena, os gritos a carinha brava... de uma menina linda que está com ciúmes de não ser mais a única. Tenho medo disso também, de não saber administrar se caso tivesse outro filho, tive medo quando meu sobrinho nasceu... todas as atenções eram do Joseph, todas as tias e tios e agora na chegada do Pedro a divisão, confesso que rolou um ciúme comigo tb pq vi tudo ser diferente, mas agora tudo está se encaixando, acho que é pq é pouco tempo de diferença, acho que assim deva ser melhor.
    Não adie tanto a chegada do irmãozinho(a) do Lucas, deixe vir para que cresçam juntos. Quanto a Amanda converse com os pais para que tirem um momento com ela, uma atividade e até mesmo esses preparativos da festinha que por sinal tá tudo lindo de bonito, amei demais, amiga prendada!
    bjssssss

    ResponderExcluir
  17. Que situação dificil, mas crianças são assim mesmo tem ciumes de tudo e todos. Heitor agora está com ciumes de mim, não deixa ninguém chegar perto. Mas a palavra chave é paciência, tenha paciência com ela tadinha, é dificil de assimilar tudo! Bjos
    Tatty Nunes - Mãe de Primeira Viagem

    ResponderExcluir
  18. amiga é realmente bem complicado lidar co essa situação
    aqui em casa logo que o pequeno nasceu, a menina não demostrou indiferença nem ciúmes, pelo contrário ela queria estar o tempo todo envolvida em tudo que dizia respeito ao irmão e até não gostava que outras pessoas o pegasse. Agora que ele está maiorzinho, tem suas próprias vontades as coisas mudaram. Ela tem tido crises de ciúmes das coisas que fazemos para o pequeno.
    Mas vamos lidando com paciência e muita conversa.

    Carlah Ventura - Intensa Vida

    ResponderExcluir
  19. Jamily realmente deve ser difícil para ela, mas ela vai ter que aprender que na vida ela não vai ter tudo que deseja, que terá que conviver/dividir com outras pessoas, acho que isso não deve impedir de vc dá um irmão/ã para o Lucas. Oremos para que essa face da sua sobrinha passe.

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Nossa que fase hein!! Ciumes é um tanto complicado, eu nem sei que conselho dar, pq nao vivenciei isso!! Espero que tudo passe rapido!
    E sobre as suas artes já te disse ne amiga, ficou lindo demais!! Vai virar profi!!!

    Beijos
    Gleysa

    ResponderExcluir
  21. Ai amiga que fase, o pior é que ela quis tanto um irmão, só que criança não sabe bem o que quer, ou melhor, quer mas não tem profundidade em relação a tudo que vem junto. Ela curtia essa coisa de ter o Lucas, mas o Lucas não ficava 24hrs com a mãe dela né, complicado isso. Lentamente e muito lentamente eu tenho pensado em ter o segundo, por que acho que a falta de primos pode fazer o Davi sentir falta de ter irmãos, mas morro de medo dele reagir assim, ele já é genioso por natureza, apesar de muito carinhoso ele é o Rei da família por ser o único bebê, então não como ele irá lidar com isso. Eu tive uma fase um pouco assim quando pequena e acho que só o tempo melhora, no meu caso eu ficava brava por que os adultos me culpavam por tudo que minha prima mais nova fazia, mesmo que eu nem tivesse perto, era um horror e eu odiava a existência dela kkkkkkkkkkk depois isso passou, mas a culpa era mesmo dos adultos, no caso da sua sobrinha é falta de saber como lidar com os sentimentos mesmo, ela acho que não consegue chamar a atenção de vocês a não ser fazendo birras e gritarias, o jeito é encontrar uma maneira de mostrar a ela que ela só terá a tenção de vocês se ela se comportar.

    bjusssssssssssssss e amei as coisinhas que você está fazendo pra ela.

    ResponderExcluir
  22. É assim mesmo, as vezes os meus competem aquiem casa para ver quem chama mais atenção.
    Mais acho que a conversa é o melhor caminho.
    Já que ela é apegada a você que tal tirar um dia para fazerem coisas de meninas, só vc e ela, assim vc aproveita e conversa bastante com ela e diz que ela é especial, pois é sua sobrinha e que vc fica muito triste quando ela se comporta mal e coisas assim.
    Bjs
    http://soumaedecinco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Olha amiga, lá em casa somos 6 irmãos e todos são até hoje muuuuuuuuuuuuuuuito ciumentos.
    Um tem ciúmes do outro, e da mãe, e da amizade entre eles etc...rsrs
    Eu fico com pena das crianças, às vezes não sabe transmitir em palavras o que estão sentindo e acabam agindo assim, como sua sobrinha, com gritos e malcriações.
    Já ouvi dizer que qdo o segundo filho nasce, todas as atenções devem ser voltados para o primeiro.

    Bjus e bom feriado!
    Reciclando com a Mamãe
    Mamães em Rede
    Um divã para três

    ResponderExcluir

Amo quando você comenta! Sua opinião é muito importante e cada comentário muito especial!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...