Trauma infantil, como identificar?


O trauma infantil pode ter várias causas, mas seja qual for é sempre muito doloroso e difícil para a criança, geralmente os principais traumas infantis são: violência, negligência, abuso psicológico e físico, acidentes traumáticos ou testemunha de violência.
Apesar de cada caso ser único, pois cada criança reage de maneiras diferentes, a criança necessita urgentemente de apoio familiar, psicoemocional e de segurança. De acordo com especialistas o diálogo é fundamental para que a criança converse sobre seus sentimentos e entenda que não teve culpa do que aconteceu. Para as crianças mais caladas ou recuadas pelo trauma, o ideal seria pedir para que a mesma expresse seus sentimentos por meio de desenhos.
Os pais ou responsáveis precisam estar sempre de olho, apesar de cada criança reagir de maneira diferente existem algumas características para acender a luz de alerta: perda de apetite, voltar a fazer xixi na cama, vômito, choro intenso sem motivo aparente, agressividade e isolamento, ou seja a criança muda dramaticamente. 
O ideal é os pais sempre demonstrarem interesse pelo dia a dia da criança, pedir sempre que ela conta como foi seu dia na escola, na casa dos cuidadores ou na sua própria casa caso fique sozinha com um cuidador. Os pais precisam acreditarem sempre no que ouvem da criança e procurar investigar detalhes do acontecido, muitas vezes as crianças tendem a exagerar em ocasiões, mas também muitas vezes contam seus medos ou inseguranças e os pais não levam em consideração o que ouviram.
Essas dicas não são somente para pais, mas para todos os parentes próximos, professores, cuidadores ou amigos, o quanto antes ser descoberto um possível trauma infantil, mas rapidamente a criança receberá a ajuda devida.




9 Comentários:

  1. graças a Deus em casa é tranquilo
    gostei das dicas

    beijo
    adoletas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não tenho crianças em casa, mas adorei as dicas!! =)

    Beijos

    Nessa Luzardo
    www.espacosemprebella.blogspot.com
    Insta: @blogespacosemprebella

    ResponderExcluir
  3. Ótimo post, as dicas são muito validas.

    Bjs

    http://arroz-di-leite.blogspot.com.br/

    Tânia Camargo

    ResponderExcluir
  4. Ótimas dicas!Pequenos detalhes podem parecer grande e marcar uma vida inteira.Bjos

    ResponderExcluir
  5. Eu corrrrrrrrrrro pra psicóloga, pois como mãe a pedagogia #morre
    Se observo que não dou conta procuro ajuda médica de imediato.
    Tudo é sinal de alerta.
    Adorei amiga.

    ResponderExcluir
  6. Ao menor sinal de alerta já procuro auxilio profissional.
    Adorei amiga.

    bjocas

    ResponderExcluir
  7. Ao menor sinal de alerta já procuro auxilio profissional.
    Adorei amiga.

    bjocas

    ResponderExcluir

  8. Super esclarecedor. É sempre bom ficar atenta e qualquer suspeita procurar por ajuda!

    Obrigada por compartilhar com nos mamães

    beijos
    http://meus-sonhos-meus-pesadelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Adorei o esclarecimento sobre o tema. Devemos sempre estar alerta e procurar um bom profissional.
    E no mais muito amor e carinho.
    Bjks da Mãe Vaidosa

    ResponderExcluir

Amo quando você comenta! Sua opinião é muito importante e cada comentário muito especial!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...