Ensinando a compartilhar

Meu filho não compartilha, e agora?


imagem google

Uma das maneiras mais fácies de ensinar seu filho é através da brincadeira, brincando ele é capaz de aprender a controlar as emoções, desenvolve a coordenação motora e a linguagem dentre  outras coisas. Mas, muitas vezes os pais possuem um certo receio das brincadeiras em grupo, isso se dá quando a criança não sabe a importância de dividir.

Criança é criança! Ela não vai dividir por livre espontânea vontade se você não ensinar. Crianças que são acostumadas a brincar sozinhas ou mesmo somente com adultos, possuem uma maior dificuldade quando a brincadeira envolve outras crianças.

É super natural no meio de uma brincadeira em conjunto rolar um certo estresse, choro, grito e por aí vai... As crianças tendem a ser bem egocêntricas, é como se o mundo girasse somente em torno delas e para elas, quando percebem que uma outra criança "ameaça" seu mundinho do "é meu!" surge um certo conflito. O ideal são que os pais não interviram, pois geralmente o conflito criado por elas são resolvidos rapidamente. 

Cabe a nós pais estarmos atentos a esses conflitos e buscarmos ajudar sem se intrometer, sem tentar resolver o problema pela criança. É muito comum vermos pais tirar o brinquedo do irmão mais velho e dá ao irmão mais novo para evitar o choro. 

O erro está bem aí! Ensinar seu filho a compartilhar, também é ensina-lo a esperar sua vez de brincar. Muitas vezes em brincadeiras coletivas, onde existem várias crianças e vários brinquedos coletivos, os pais sempre tendem a puxar "sardinha" para seu filho, é normal, mas nem sempre estaremos presente nas brincadeiras, como na escola. 

É importante ensinar desde novinho a dividir e respeitar o tempo do colega, como também a garantir que o seu tempo será respeitado. O adulto passa a ser uma referencia, se seu filho vê você sem dividir o que fará ele aprender? 

Durante um conflito entre crianças maiores, o adulto responsável deve se manter a certa distância e quando houver real necessidade ou em casos de uma criança passar dos limites com o colega, chegar junto e assumir papel de mediador. Não é fácil deixar de dá razão para o filho, mas escutar é a saída. Procure acalmar os ânimos e escute o que cada criança tem a dizer, somente após escutar ambas a parte você saberá o caminho que deve seguir.

Nem sempre quando a criança não compartilha é sinal que ela será egoísta, se seu filho tem um apega a certo brinquedo é normal que ele não queira dividi-lo com ninguém, nós adultos também somos assim. Nem sempre seu filho deve dizer sim, ele também precisa aprender dizer não quando necessário. Aqui entra o equilíbrio que só entre uma brincadeira e outra, uma orientação e outra seu filho aprenderá. 

Devemos ensinar nossos filhos a respeitar o espaço do outro e fazer com que o seu espaço seja respeitado pelo coleguinha. Isso o ajudará no presente e também na vida. 




Jamilly Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amo quando você comenta! Sua opinião é muito importante e cada comentário muito especial!!

Instagram