Queda- É preciso levar ponto?

Queda- Medo- Ponto


Sábado pela manha levamos os meninos para a vacinação, chegando em casa fui tomar banho, lavar os cabelos e aproveitar que o marido estava de olhos nos meninos para tomar aquele banho. Uns minutinhos depois Samuel entra no banheiro, abre o box entra no chuveiro de fralda e tudo e sai correndo, tudo muito rápido. Nessa correria, caiu rasgou o queixo e quase me mata do coração.

Sinceramente não sei onde tirei tanta coragem, eu sou daquelas que já perde as forças quando ver sangue, mas dessa vez foi diferente, conseguir estancar, lavei o corte, vestir a primeira roupa que achei nele e em mim e saí correndo pro hospital com o cabelo cheio de shampoo e toda ensaboada.

Chegamos ao hospital em cerca de 30 minutos após tudo acontecer, meu marido não dirigiu, ele voou. Samuel foi prioridade, e na emergência da unimed pediátrico, nos enviaram para a unimed central para fazer o ponto.

Em algumas poucas horas tive a sensação de ir no céu e voltar várias vezes, não foi fácil. Eu só de imaginar a cena já me tremia inteira. 

Nunca vou esquecer dos olhos deles me olhando apavorado enquanto era segurado por várias pessoas, inclusive eu, o pai não conseguiu ver e o médico tentando ser o mais rápido que podia. Foi horrível!

Samuel chorou muito, muito mesmo, chorou tanto que ficou super soado, não deixou fazer o curativo no fim do ponto. Foi apenas um pontinho no queixo, mas vários no meu coração. Não desejo a ninguém essa sensação de impotência. 

Agora enquanto esperamos os 15 dias para voltar e retirar o pontinho estou aqui imaginando a cena e sofrendo antecipadamente.  Na cabeça fica somente aquele sentimento de : e se eu não tivesse demorado no banho... e se meu marido tivesse olhado ele direito... e se ele não tivesse se molhado... e se ele não tivesse corrido... e se eu tivesse segurado.

Não tem  jeito, mãe sempre se culpa por algo. Apesar de ter consciência que isso é coisa que acontece, postei no instagram e tive vários comentários de outras mamães que passaram pelo mesmo susto, ainda assim doí horrores por dentro.

Coração de mãe merece ser mais forte do que o dos outros, afinal, temos minis ataques várias vezes durante a vida. E seguimos aqui.

Jamilly Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amo quando você comenta! Sua opinião é muito importante e cada comentário muito especial!!

Instagram