O que vc precisa saber sobre uma gravidez na Adolescência.Jéssica

Vou postar aqui fatos importantes sobre a gestação precoce,e como foi minha experiencia :
Adolescente grávida precisa de acompanhamento psicológico?

“O acompanhamento psicológico é importante para qualquer gestante, mas no caso da adolescente é necessário, pois a gravidez muda o destino dela. É uma gravidez indesejada – na maioria dos casos – e traz muitas sequelas, como punição dentro de casa, o grupo de amigos se afasta, elas correm mais risco de ter doenças sexualmente transmissíveis e o pré-natal já começa tarde porque elas escondem enquanto podem. Já tive, inclusive, uma paciente que deu à luz e a mãe dela nem sabia que a menina estava grávida”, relata o obstetra Eder Viana de Souza, do hospital Santa Catarina, de São Paulo.

Eu passei por uma fase bem complicada depois do parto,foi quase uma depressão fiquei meses e meses sem dormir,preocupada no que fazer para voltar trabalhar e estudar, não queria colocar Alice em um creche,essa ideia me aterrorizava,mas fiz acompanhamento com um psicologo,e odiei,rsrs,depois de um tempo passou.


As meninas que engravidam durante a adolescência param de estudar?

“Posso falar sobre a minha impressão pessoal graças ao contato com essas adolescentes no Amparo Maternal e no consultório particular. As pacientes do consultório, que são das classes A e B, continuam estudando porque a família normalmente apoia. As meninas de classes mais baixas param de estudar e muitas já nem estudam mais quando engravidam”, conta Eder Viana de Souza, obstetra do hospital Santa Catarina, de São Paulo.

No meu caso Alice ficava com meus pais para eu terminar o ensino médio na escola que eu estudava entro em greve,e quando voltou as aulas,ganhei a Alice,fiquei 1 mês e 15 dias de licença,e voltei para escola,meus pais levavam Alice ate a escola para mamar,pois ela não aceitava leite na colher,nem na chuquinha de jeito nenhum.Foi uma etapa muito complicada,mas valeu a pena,estudei metade de outubro,ate o fim de janeiro,estudamos dezembro todo para repor os dias da greve.Mas graças a deus deu tudo certo,em breve volto estudar e trabalhar

O que muda no corpo de uma menina que teve uma gravidez aos 16 anos?

“As mudanças no corpo são as mesmas de uma mulher adulta, porém as marcas que ficam costumam ter maior impacto na adolescente. Marcas como espinhas, estrias e dificuldade de voltar ao peso habitual. Existe o impacto de sobrecarregar um corpo ainda em crescimento, o que poderia justificar, por exemplo, menor peso do recém-nascido. Porém ainda não se mostrou a relação entre causa e efeito em todas as gestantes”, alerta Eduardo Zlotnik, obstetra do hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo. O aparecimento de estrias é realmente preocupante, como explica Alexandre Pupo, ginecologista do hospital Sírio Libanês: “A pele da adolescente é mais firme do que a de uma mulher de 30 anos, por exemplo, por isso a pele rasga mesmo enquanto a barriga e as mamas crescem. Além das estrias, que são para sempre, muda também a distribuição de gordura no corpo e os mamilos escurecem e não voltam ao que eram”.


Minha mãe teve dois filhos,eu e meu irmã,eu nasci com 3,500hk e meu irmao 3,950kg (os dois bem grandes) a barriga dela ficou enormee,na segunda gestação ela inchou muitíssimo e não teve uma estria se quer,e ate hoje é assim.Perguntei a G.O se genética influencia no aparecimento de estrias e ela disse que sim,mas no meu caso era bem provável que eu tivesse estrias,e tive mesmo,muitaaaaaaas nos seios e no bumbum.

Quais são os perigos de uma gravidez na adolescência? Elas têm mais chance de ter um parto prematuro?
“A gravidez na adolescência gera impacto físico, emocional, familiar e social. Do ponto de vista médico, existe maior chance de parto prematuro, além de baixo peso ao nascer. Comparada a uma adulta, a adolescente tem maior incidência de anemia e infecção urinária ao longo da gestação”, alerta Eduardo Zlotnik, obstetra do hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo. Além desses, Eliane Terezinha Rocha Mendes, ginecologista do Hospital Estadual Mário Covas, conta que essas meninas podem ter problemas relacionados a pressão arterial, complicações no parto, como lesões no canal do parto e hemorragias, o bebê pode ter sofrimento fetal e elas costumam ter ainda dificuldade para amamentar e maior incidência de infecções, especialmente no endométrio.

Para Alexandre Pupo, ginecologista do hospital Sírio Libanês, de São Paulo, a dificuldade está em conseguir o comprometimento das pacientes: “São mulheres ainda meninas. É difícil que assumam o compromisso de fazer o pré-natal direitinho. A maioria não tem responsabilidade. Pedimos exames e elas não fazem, tentamos controlar a alimentação e elas engordam muito além do planejado, faltam às consultas. Além disso, outro problema grave é quanto à imaturidade do corpo, que ainda não está pronto – o fato de a menina menstruar não significa que o corpo esteja preparado para uma gravidez. Existem órgãos que ainda estão em desenvolvimento, como o útero. Uma das consequências dessa imaturidade é que o parto normalmente precisa ser cesariano porque os ossos são muito estreitos”.


No meu caso foi tudo super tranquilo,meu único problema foi infecção de urina,que tive que trocar de antibiótico 3 vezes,pois a bactéria resistia,levou uns 3 meses para sarar e sarou :) Sempre fui responsável com meus compromissos,e não precisava de ninguém me dizer o que fazer,eu me cuidava,tomava a vitamina todos os dias,eu mesmo marcava minhas consultas,nunca faltei nenhum exame nem consulta,meu pre natal foi completo.

Então é isso meninas,espero ajudar. Qualquer pergunta é só me adc,se eu puder ajudar... 


http://diariodaprincesaalice.blogspot.com.br/






4 Comentários:

  1. Seu blog é óptimo,gostei dou-lhe meus parabéns.
    Com votos de grandes vitórias.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, faça-o de forma a que possa encontrar seu blog para segui-lo também.
    Sou António Batalha.


    ResponderExcluir
  2. Sei que a adolescência é uma fase de descobertas, é aquela faseque estamos cheia de planos, e quando vêm uma gravidez, os planos são deixados de lado por um motivo maior.
    Deve ser bem complicado toda essa questão... tive depressão pós parto mesmo tendo sido tão planejado, imagina num caso que é assim, uma surpresa.
    Jéssica é uma super mãe!

    bjo!

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu post!
    Com certeza deve ser bem difícil engravidar em um momento onde tudo é tão novo e as transformações tão constantes...Que bom que tudo deu certo!

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Uma gravidez não planejada assusta qualquer mulher, imagina quando ela ainda e' bem jovem. Uma mudança e readaptação de planos grande! Algumas tem sorte e contam com ajuda da família, outras ainda passam por mais esse trauma.
    A única ressalva que faço e' que gravidez na adolescência não tem nada haver com cesarianas. Adolescente pode ter o bebê num parto normal sim, a cesaria deve ser indicada dependendo do caso, mas via de regra pode parir sim. Ao contrário do que o doutor falou.

    Beijos

    ResponderExcluir

Amo quando você comenta! Sua opinião é muito importante e cada comentário muito especial!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...