Apoiamos a amamentação: dicas maravilhosas!

Olá queridas.

Como já disse antes essa semana o Blog está promovendo a Campanha Apoiamos a amamentação! e hoje vamos conhecer dicas maravilhosas para ajudar nesse momento tão especial!






Quando engravidei sonhava com uma amamentação tranquila, na minha cabeça o leite saia naturalmente logo quando  bebê nascesse e que era só coloca-lo próximo ao seio e ele sairia mamando. Logo nas primeiras horas após o nascimento do Lucas percebi que não era bem assim. Sofri, chorei, fiquei triste e chateada por não conseguir fazer Lucas mamar. Procurei ajuda várias vezes nos bancos de leite mas era tudo em vão. Hoje sei que o que não ajudou foi o fator piscologico, me cobrava demais, queria ter muito leite, queria ter muito jeito e não foi bem assim. Meu seio nunca vazou, nunca pedrou e nunca pesou. Com 4 meses Lucas abandonou o peito de vez, chorava quand eu insistia, no inicio me senti uma péssima mãe, mas aos poucos fui percebendo que nem sempre tudo é como a gente quer, fiz minha parte e talvez se eu tivesse na época as informações desde o incio da gravidez eu teria conseguido amamentar tranquilamente.

A principal coisa que todas as gestantes devem fazer é preparar-se para amamentação, pois diferente do que a maioria pensa não é somente colocar o bebê no peito e pronto. Existe alguns cursos para gestantes que ensinam como funciona a produção, a saída do leite, a posição correta do bebê pegar o bico do seio. Também é bem legal você procurar muitas informações co seu obstetra.

Ter o apoio familiar e de amigos é muito importante nesse momento. Basicamente o apoo familiar não gera cobranças ou comparações do tipo: " eu amamentei meu filho e não tive esse problema". Agora escute: tudo, tudo o que não queremos e precisamos nessa hora é de pessoas que façam comparações. Além disso o apoio do maridão é essencial, pois quem amamenta tem seus horarios e certamente isso irá atrasar algum passeio ou encontro.

Seja paciente. Como eu disse no meu depoimento aí em cima, o fator emocional é muito importante. As vezes o bebê não pega imediantamente o peite por ser sonolento ou não saber ainda sugar. Está 100% emocionalmente ajuda bastante.

Nem tudo funciona para todas. Infeizmente na amamentação toda regra tem sua excessão. Podemos ler e reler livros de ajuda, mas somente na convivência com o bebê você irá saber a melhor posição e o melhor horario. Vale a pena lembrar que preparar-se é fundamental e não traçar planos com as experiências dos outros.

Escolher um local para amamentar. Como todas sabem a escolha do local ideal é muito importante. Eu nunca gostei de amamentar na frente de outras pessoas, sempre procurei um local mais calmo e "escondido" para isso. Mas o seu local ideal você descobrirá.

Cuidar do seio. Muito, muito importante! Uma dica valiosa qu aprendi é não lavar o seio logo após a mamada. Se assim como eu acontecer muitas fissuras você pode passar o próprio leite do peito, acredite isso funciona muito!

A vida não é só amamentar: Acredite existe vida fora das mamadas. Procure um tmpinho para você relaxar, aproveitar o carinho do marido ou fazer as unhas. Claro que quando escolhemos amamentar temos que está disponivel para isso, mas não quer dizer que você não possa ter outra atividade em quanto o bebê tira um cochilo. Alguns especialista dizem que até os bebês precisam de rotina na hora das mamadas, então porque não aproveitar os intervalos!

Amamentar algo divino. Todas sabemos da extrema inportancia da amamentação, pois através do leite materno o bebê adquire imunidade e se sente seguro. Na amamentação existe um lao de amor e cumplicidade entre mãe e bebê que só sentimos quando vemos nosso filhote sugando nosso seio e crescendo forte e saudavel.

Se quando Lucas nasceu essa mamãe aqui soubesse metade do que sabe, Lucas teria mamado mais tempo e eu teria sido bem mais feliz nessa fase. Se você mamãe tem leite de sobra, sinta-se orgulhosa! se você mamãe não tem ainda muito leite procure ajuda nos bancos de leite ou com seu obstetra, não fique envergonhada ou triste pois isso não irá ajudar.

Eu apoio a amamentação, mesmo não tendo uma história de sucesso nessa fase, mas pensando no futuro e quem sabe na próxima mamada.

Beijos


 


6 Comentários:

  1. Apoio também!!!
    conheça a novidade do Caio!
    http://principecaioandre.blogspot.com.br/2013/03/ma-mae-ele-falou.html

    ResponderExcluir
  2. Amei suas dicas, eu amamentei bastante e sou super a favor da amamentação prolongada...
    Tenha um bom feriado e uma ótima páscoa!
    Beijos!

    www.asosmamaenadia.com

    ResponderExcluir
  3. Eu super apoio também a amamentação.
    Sinto saudades até hoje de amamentar, de me aninhar com meu filhotinho, que delícia que é aquela troca de olhares, aquele carinho no rosto.
    Muitas saudades.
    Eu tive muitas dificuldades no começo, mas a força de vontade venceu e amamentei até 1a6m.
    beijos

    http://viniciusmamaequedisse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nem todas as dicas do mundo ajudariam, Jami;;y: a Lara, personalidade forte, rs, não quis. Eu quase morri de depressão.... Bjus Andrea e Lara coisas-da-lara.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Amo amamentar e apoio muito. Todas as dicas que vc colocou são de extrema importância, muitas vezes o medo e insegurança nos impedem, mas se tivermos o apoio da família e muita conversa conseguimos avançar. Por aqui ainda amamento e parece surpresa e espanto para os outros - absurdo!
    bjss

    ResponderExcluir
  6. Eu super apoio a amamentação, acho um momento lindo e de intimidade entre mãe e filho.

    Beijinhos

    http://vaidadesdemenino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Amo quando você comenta! Sua opinião é muito importante e cada comentário muito especial!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...