Cama Compartilhada

Quando engravidei do Lucas sempre sonhava com ele dormindo no bercinho dele, mas quando ele nasceu bateu aquela insegurança, aquele medo de ele precisar de algo e eu não escutar. Muitas noite eu passei sentada na cadeira de balanço olhando para ele, dando de mamar, trocando a fralda... com um cansaço terrível por falta de sono, acabei colocando ele na cama junto comigo e assim quase 1mês depois pude enfim dormir algumas horas. Na minha cabeça compartilharia a cama com ele até que eu me sentisse segura e confiante em deixa-lo no berço. Mas a coisa não foi bem assim, Lucas está com 3 anos e ainda compartilhamos a cama: mamãe, Lucas e papai.
Claro que já tentamos muitas vezes coloca-lo na caminha dele, e ele até fica por uns 30 minutos, mas sempre acaba acordando e vindo para minha cama. 
O fato de compartilhar a cama nunca me incomodou, apesar de já ter lido bastante a respeito sobre os perigos do compartilhamentos. Se alguém me pergunta eu não recomendo porque hoje sei o quanto é difícil desacostuma-lo.
Lucas está enorme, ele é super espaçoso, passa anoite inteira se mexendo e remexando na cama... eis que chegou a hora definitiva de tirá-lo da cama, mas como fazer?
Fico pensando, quando o coloquei na cama consegui finalmente dormir, mas agora 3 anos mais tarde é justamente isso que me tira o sono e tudo mundo sabe que uma noite mal dormida é terrivel! 
Então meninas, peço um help!!! se alguém aqui já compartilhou cama e conseguiu fazer a criança voltar para seu cantinho deixe aqui nos comentarios seu recadinho, estou precisando muito de dicas!!!

Se alguma mamãe quiser escrever um texto sobre isso e me enviar para publicar aqui no blog ficarei feliz em saber sua experiência! 

beijos 

8 Comentários:

  1. Sabe, Jamilly, quando a Lara fez 10 meses, ela tentou sair do berço.... aí já compramos a caminha. O que fizemos/ Compramos 2. Então, se ela chora a noite e quer nossa companhia, dormimos na outra caminha, lá no quarto dela.... até ela dormir de novo. Deu certo com a gente. Bjus Andrea e Lara coisas-da-lara.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Jamilly, aqui eles dormiram no meu quarto e no carrinho apenas por uma semana, isso até tirar os pontos, depois disso achei melhor coloca-los no quartinho deles, mas já tive momentos que compartilhei a cama, e isso acontece raramente como em casos de doenças ou aos finais de semana. Mas tente colocar algo no quartinho dele que chame atenção, e deixe se possível uma cama ou um colchão no quarto dele até adormecer, umas das coisas que ajudam também é ter algum objeto que eles possam segurar. Espero que consiga, pois ficar sem dormir é péssimo amiga. Beijos triplos
    Cléo @eueosgemeos

    ResponderExcluir
  3. amiga a unica coisa
    que eu conseguir foi tira ela
    da minha cama e colocar na dela mais
    ainda estar no meu quarto sniff
    mais creio que agora vou conseguir pois
    vou deixa-la com a irmãzinha que vai nascer
    será que vai??? acho que sim
    linda tarde
    http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Amiga, aqui eu usei o bercinho até três anos e meio. Ele ficou no quarto comigo até os três meses, depois coloquei ele no quartinho dele. Hoje ele dorme na cama, mas adormece no meu quarto, levo pro quarto dele já dormindo!
    As vezes compartilhamos, claro, quando ele tá meio dodoi ou algo do tipo. acredito que no caso dele, a sua determinação vai ser importante.
    Leva ele pro quartinho quantas vezes forem necessárias até ele acostumar. Coloca um quebra luz, pra ele não se sentir tão perdido caso acorde na madrugada.
    Tenta levar ele dormindo, no começo, depois tenta fazer ele adormecer lá, essa e' minha meta agora! :-)

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Amiga e companheira do mesmo problema e ainda estou te devendo meu relato...
    Prometo q vou contar como é aqui em casa, tomara q as outras mamães q conseguirem nos inspirem a conseguir tb, bjss

    ResponderExcluir
  6. Oi Jamilly, bom pelo o que eu entendi, o quarto dele é separado do seu.
    A minha experiência foi um pouco diferente, a Melissa dividia o quarto comigo. Apesar das camas serem quase juntas ela insistia em dormir comigo.
    Foi passando o tempo e isso me preocupou, pois era só eu e ela.. mas e quando eu casasse? Onde ela dormiria?
    Quando ela fez algumas sessões com a Psicologa aproveitamos pra pedir uma orientação e a psicologa nos explicou que a criança entende isso (cada um dormir na sua cama) como uma separação da mãe. Então deve ser iniciado um "processo" para conseguir essa vitoria!
    Começamos... ela dormia na minha cama e quando pegava no sono eu a colocava na cama dela. Se ela acordasse e viesse para a minha eu deveria pega-la colocar ela na cama dela e ficar deitada lá até ela dormir... e fazer isso todas vez que ela acordasse.
    Sim! cansa! principalmente a noite quando estamos com sono e nos entregamos a qualquer situação só para poder dormir de novo!
    Mais depois de alguns dias fazendo isso, ela orientou que eu incentivasse a Melissa a dormir de mãos dadas comigo. Eu explicava que ela tinha que dormir com a boneca pra boneca não passar frio (rs*), e que daria a mão pra ela, que eu estaria lá. Funcionava (nem preciso falar como ficava meu braço né, pois a cama dela era atrás da minha, então eu dormia com o braço esticado para cima... mais pelos nossos filhos fazemos qualquer sacrifício).
    Ai ela começou a dormir sozinha. Ai eu casei! e o quarto ficou só pra ela. Moro no mesmo quintal que a minha mãe porém na minha casa só tem um quarto, portanto a Melissa continuou no quarto que era meu, mais na casa dos meus pais. Os primeiros dias foram um tanto cansativos para a vovó, minha mãe relatou que ela chorava e acordava muito a noite, só dormia na minha cama e com o edredom que era meu.
    Depois de uma semana, acostumou, voltou pra cama dela e dorme sozinha.
    As vezes ela ainda chora a noite, mais é quando tem pesadelo ou esta meio doentinha.
    Acho que você deva iniciar um processo como esse. Estimulando aos poucos e convencendo o seu pequeno de que a cama dele é um cantinho de descanso maravilhoso.
    Incentivei também a Melissa com roupas de cama e arrumação no quarto dela. Comprei um super edredom da Barbie lindo cor de rosa... colei aquelas estrelinhas que brilham no escuro no teto e alguns bichinhos na parede, agora ela ganhou um edredom da Tinker Bell que brilha no escuro! Foi a sensação. Tiramos a cama que eu dormia e colocamos uma escrivaninha pra ela fazer os deveres da escola e tomar o lanchinho dela.. enfim deixamos aconchegante o quarto. Ela tem TV e DVD no quarto, isso ajuda um pouco, quando esta perto de dormir colocamos um filminho ou desenho 10 minutos depois ela já esta dormindo (Bom ela já tem 6 anos, como o Lucas é menor daqui a alguns anos é uma opção a se pensar, caso ele não tenha no quarto dele).
    Estou grávida e meu marido vive falando que o bebe vai dormir na cama com a gente, eu já cortei esse "sonho" dele. Tudo bem uma vez ou outra é até legal, mais quanto mais cedo acostumarmos o bebe na "caminha" dele menos problemas teremos depois com esta "separação".

    Bom espero ter ajudado você e outras mamães que estão passando por isso.
    No fundo dá até dózinha deles... mais temos que respeitar nosso espaço e o espaço deles.

    Um beijo e fiquem com Deus ♥

    ResponderExcluir
  7. Achei o seu blog por acaso, procurando por "Cama Compartilhada" no Google.
    A nossa menina dorme conosco até hoje, mas já estamos sentindo que ELA quer, ELA procura a caminha dela na hora de dormir. Ela fica bem, sabe que ao primeiro chamado vamos lá buscá-la. Acho até que ela já sacou que a gente a vê pela IP Cam, eu ACHO. Nossa pequena agora está com quase 2 anos.
    Quando ela nasceu TODOS do hospital foram categóricos ao falar do perigo do recém nascido dormir na cama dos pais. Compramos um desses bercinhos de camping e ela dormiu naquele bercinho ao lado da nossa cama até +/- 5 meses, quando começou a sentar e ficar perigoso de cair daquele bercinho. Então começamos o processo de deixá-la no bercinho dela à noite, mas era muito sofrido, ela não dormia bem e durante o dia ficava mal mesmo. Então... bebê mais encorpadinho, já reagindo a qualquer incômodo... trouxemos pra nossa cama. Que céu! Que noites maravilhosas! Neném dormindo bem, nós também, neném bem humorada e espertinha durante o dia...
    O povo fala que isso atrapalha a intimidade do casal... atrapalha nada! Ajuda até! A gente não pode mais namorar quando quer, só quando dá. Então a gente fica naquela ansiedade esperando o dia que ela resolver dormir na caminha dela.
    Agora com quase 2 anos ela mesma começa a se interessar pelo quartinho dela, pelas coisinhas dela... Acho que em no máximo 1 ano ela já estará dormindo sozinha no quartinho dela.

    ResponderExcluir
  8. Eu comprei uma cama de solteiro da altura da cama de casal de juntei as duas, daí temos 3 lugares, n fica desconfortável...

    ResponderExcluir

Amo quando você comenta! Sua opinião é muito importante e cada comentário muito especial!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...