Eu defendo sim!!!


Olá meninas!

Hoje quero relatar algo que aconteceu na escola do Lucas e deixar bem claro que eu defenderei sim o meu filho de qualquer coisa que eu considere errado ou inapropriado. 
Bom, já relatei aqui o quanto eu adoro a escola do Lucas,  quanto eles se preocupam com o bem estar das crianças e o quantos eles buscam compreender e manter o dialogo aberto entre pais e escola. Isso que irei escrever agora, não mudará a minha opinião sobre a escola, o ensino e as pessoas.
Todos os dias deixo Lucas na escola por volta das 06:40h, fico um pouco por lá e depois venho para casa. As aulas só começam as 07:30, mas tenho que deixá-lo cedo pois compartilho o carro com o marido e ele precisa está cedo no trabalho. Ontem não sei o porque, ou melhor eu sei sim! Por intuição de mãe, resolvi ficar na escola, sentei na arquibancada da quadra onde as crianças ficam com suas professoras em rodinhas de acolhimento. Filhote fica bem sentadinho por uns 10 min, mas a espera é longa e criança nenhuma gosta de ficar sentado olhando o vento passar sem fazer nada, correto? Lucas é assim!

 Essa foto eu fiz um pouco antes do acontecido., ele é o menininho do meio sentadinho no chão. Nesse hora já tinha várias crianças na quadra e uma rodinha x de alunos chamou a atenção do pequeno, pois dentro da rodinha tinha vários brinquedos. Ao passar de rodinha em rodinha, Lucas foi chamado por uma professora que pediu para ele apertar sua mão em forma de "bate aqui", Lucas fez e se afastou, até aí tudo ok! Mas esse professora fala alto e em bom som, para a professora do Lucas que ele (Lucas) parece um "pinto no lixo". Para quem não sabe "pinto no lixo" é uma expressão que representa alguém que está feliz, alegre e satisfeito. Essa afirmação da professora não me causou nenhuma sensação no momento, mas depois isso ficou martelando na minha cabeça. Quero que vocês entendam que não foi a expressão que me causou descontentamento, mas a forma como a expressão foi solta aos "quatro ventos". 

Na minha cabeça de mãe,  o fato de outra criança ouvir uma professora  chamando uma criança de "pinto no lixo" leva a criança entender no pé da letra. A criança que escuta imagina não ser uma coisa boa, afinal todas as crianças sabem que lixo é algo sujo, fedorento e que não se pode brincar, correto? Na minha cabeça não se passa que uma criança irá associar o " pinto no lixo" como algo bom.
Crianças estão na fase de aprender e repetir, qualquer adulto é visto como exemplo a ser seguido, e pensando no acontecido eu preferir chegar para a professora dizendo que eu não tinha gostado. Parece coisa boba para você? para mim não foi! Eu não quero que ela fale outras vezes que ele parece um "pinto no lixo" pois eu não quero que outras crianças se sintam motivadas a chama-lo dessa forma. Eu não quero que meu filho seja conhecido como o "pinto no lixo".
Para você que está lendo pode até soar como algo bobo, ou que eu não tinha razão para ter me chateado, mas eu defendo sim  meu filho de qualquer coisa que possa criar "rótulos". 
Como você teria reagido?













18 Comentários:

  1. Bom , você fez uma coisa boa , afinal as crianças vão associar como outra coisa , envergonhando ele etc , as professoras deviam saber mais oque falam perto das crianças , ela mais que tudo deve saber que criança repeti tudo , principalmente nessa idade ... bjjs e fiquem com Deus !



    diariiodeumsonho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Se fosse comigo faria a mesma coisa iria reclamar, as crianças podem apelidar o seu filho ... e não será legal.
    Mãe é pra isso.... parabéns

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca ouvi na minha vida que essa expressão ´´pinto no lixo..representa alguem feliz...como alguém pode ser feliz ..satisfeito..alegre no meio do lixo?Absurdo .. lamentável e desnecessário..o comentário de quem ocupa a posição de educadora..Vc agiu muito bem..e com certeza foi um anjo que fez vc ficar mais um pouco na escola.

    ResponderExcluir
  4. nossa fiquei horrorizada pos aki em belém do pará pinto no lixo significa uma pessoa que sta com o pensamento longe e que ñ tem noção do que esta vendo, vc esta de parabéns continue defendo seu filho, e ñ pense que vc está errada e que foi um motivo bobo.Deus sabe o que fez quando deixou vc fik mais um pouco na escola...continue assim um leoa pelo seu flho...
    bjoisss....

    ResponderExcluir
  5. Aff.... amiga, pinto... lixo.... que termos horríveis! Está certíssima. Enquanto professora de recreação, algo que eu sempre dizia aos meus alunos era o modo como tratar as crianças: não chamar por apelidos, nem por frases feitas, nem por nada que não fosse o nome deles. Isso é muito importante. Cade uma reclamação na escola e com a professora. Bjus Coisas da LAra

    ResponderExcluir
  6. Está certíssima amiga e eu no seu lugar faria o mesmo.
    Já cansei de ir na secretaria reclamar de algo que aconteceu e que eu não gostei.
    Devemos sim defendê-los, afinal são tão pequenos ainda e não conseguem se defender sozinhos.
    Apoiada!
    E que está professora aprenda a chamar as crianças pelo devido nome, sem rótulos.
    Aff
    beijos

    ResponderExcluir
  7. eu tb não teria gostado e teria ido falar om a professora , ela tá pra ensinar o correto enão por rotulos e nem apelidos
    Beijos
    onossonude.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Acho que vc fez bem, acho que eu teria feito o mesmo, não sei!
    Mas concordo com vc, eu era muito rotulada no colégio, tinha váris apelido por causa desse meu nome que é muito estranho Shairane os coleguinhas me chamavam de " Chá de aranha" ai que ódio kkkk
    bjcas
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. amiga tambem não iria gostar, acho que ela poderia ter escolhido uma palavra melhor para representar alguem que esta feliz ne mesmo,
    vez o certo de conversar com a pro dele.
    bjo

    ResponderExcluir
  10. Você está certa em defender seu filho, no seu lugar faria o mesmo. Afinal, crianças dessa idade não sabem distinguir os significados de certas palavras como nós e ele poderia entender de uma forma negativa sim...
    Fez bem! Bjos

    ResponderExcluir
  11. Não gostei nemm pouco desse ocorrido.
    "Pinto no lixo" isso é bullying.
    Que horror!!!
    Um educadora tem que ter cuidado com as palavras empregadas.
    Abraço,
    Toninha
    http://www.educar-oprimeiropasso.com/
    http://toninha-ferreira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Jamilly, te conheci pelo mamães em rede. Eu não acho legal falarem expressões que crianças possam não entender o real significado, principalmente por educador, muito menos as 4 ventos como vc falou. Acho que dependeria muito da meu humor na hora, de repente poderia ter achado engraçado, mas poderia ter ficado chateada assim como vc ficou. Só passando pra saber. Só que se te incomodou, fale com a coordenadora.

    ResponderExcluir
  13. Amiga super chato o ocorrido e vc está certa de reclamar.
    Criança realmente leva tudo ao pé da letra e as coisas precisam ser esclarecidas e resolvidas.
    Tb defenderia meu pequeno, tô contigo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Nossa, também achei muito chato, aliás eu nem conhecia essa expressão horrorosa. Também não gostaria que meu filho fosse chamado assim. Você está certíssima. Se nós não defendermos nossos filhos, quem vai fazer isso?

    beijos

    www.aprendendoasermaehoje.com

    ResponderExcluir
  15. Eu não me importaria de primeira porque eu sei o que significa, mas ficaria sim preocupada como você ficou, pois tenho certeza que o Miguel não entenderia e poderia até achar que fosse algo negativo e os amigos tirarem sarro (sem entender também). E outra, pra que gritar,
    não?!
    Te apoio e entendo.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  16. Eu iria mostrar sim meu descontentamento com a atitude da professora, iria explicar de forma amigável o quanto isso me afetou e o quanto acho importante que jamais aconteça.
    Tb acho, que ele pode levar ao pé da letra, os amiguinhos tb, e fica chato...

    ResponderExcluir
  17. Eu faria o mesmo e acho que todas as mamães aqui te apoiaram por unanimidade porque nenhuma delas assim como eu, gostaria de ter os filhos "rotulados" seja da maneira que for.
    Agiu corretamente amiga!!

    Carlah Ventura
    Blog: Intensa Vida

    ResponderExcluir
  18. parabens mamãe, demoro um pouco ate pra reagir, para nn causar confusão, mas qd passa dos limites; uma professora falou para o meu filho uma vez que ele era "uma carta fora do baralho" detalhe, na epoca ele estava com 7 anos e tinhamos acabado de nos mudar de SP para salvador, td era novo e dificil pra cabecinha dele, dai chega na escola, a professora q deveria dar apoio, diz isso... eu fikei enlouquecida, fui atras mesmo, e a professora fikou td sem graça...nn tem jeito, antes fazer com agente do q com eles!

    ResponderExcluir

Amo quando você comenta! Sua opinião é muito importante e cada comentário muito especial!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...