Os erros mais comuns na hora de alimentar os filhos


Olá mamães e papais!
Tudo bem? Espero que sim!

Hoje vamos falar de como é na hora de alimentar os filhotes. Bem, no meu caso Heitor sempre foi bom de garfo, gosta de comer de tudo e além do mais muita quantidade, então não tive problemas com quantidade mas sim de como ele se alimentava, pois comia andando, brincando e eu andando atrás dele para que ele pudesse comer tudo. Até que um belo dia eu cansei, e com total apoio da pediatra comprei um cadeirão para a mesa (Tipo de restaurante), pois ele tinha aqueles outros que vendem em lojas de artigos para bebês, mas ele mexia e revirava tanto que tive medo dele cair e não era na altura da mesa, então ele comia em frente a mesa porém um pouco afastado.
Queria algo que ele comesse igual a gente e com a gente, pois prezo muito as refeiçoes em família e queria desde cedo ensina-lo. Depois que comprei o cadeira e comecei a ensina-lo que comer é na mesa tudo melhorou, mas confesso no começo foi muito difícil, porém posso garantir que o retorno esta sendo maravilhoso. Mas sei que ainda erro muito e pensando em várias mães que erram ou erraram mas querem sempre acertar assim como eu, irei colocar aqui os erros mais comuns que os pais cometem nesta hora tão importante que é alimentação dos nossos filhos.

Preparar a refeição com todo o carinho, chamar o filho para comer, mantê-lo sentado à mesa com os demais para fazer uma refeição em família. Parece fácil, mas, na prática, a hora de comer pode se transformar em uma batalha. Para vencer essa luta, pais e mães acabam lançando mão de alguns artifícios que até parecem resolver no momento, mas se tornam um problema no futuro.

Veja quais são as situações em que os pais mais se atrapalham na hora de alimentar os filhos e confira as melhores estratégias para contornar cada problema:


Pressionar os filhos a comer mais:
Quando a criança é forçada a ‘limpar o prato’, acaba perdendo o senso de saciedade.
Comer bem não é comer muito. Ofereça uma quantidade moderada de alimentos ao seu filho para que ele se acostume a comer até ficar satisfeito, e não estufado. Se ainda estiver com fome, vai pedir mais - para a sua alegria! Lembre-se que o melhor é qualidade e não quantidade!
Inventar apelidos ou camuflar vegetais:   
Essa é uma prática comum, assim como camuflar vegetais que não agradam as crianças no meio da comida. Essas táticas podem até ser eficientes a curto prazo, mas são prejudiciais. À medida em que a criança cresce, ficará mais difícil driblá-la, e ela passará a se negar a comer os alimentos.
Converse com as crianças sobre os benefícios reais trazidos por alimentos saudáveis. Não é preciso dizer que a cenoura fará com que seu filho tenha visão de raio-X, por exemplo, basta falar que ela faz bem à visão, a pele, entre outras coisas. Quanto mais cedo começar essa conversa, mais fácil será convencê-lo.
Mandar as crianças para fora da cozinha enquanto você prepara a refeição:
Fogo, faca, forno. A cozinha é mesmo o cômodo mais perigoso da casa. Mas especialistas afirmam que cozinhar junto com o filho pode ajudar a mudar os hábitos alimentares dele e até estimulá-lo a consumir mais verduras e legumes.
Sempre com você por perto, seu filho pode, sim, brincar com massas, lavar uma fruta e ajudar a misturar ingredientes, por exemplo. E mesmo no cadeirão, ele pode observar você no preparo das refeições. Assim, entre um prato e outro, vai conhecer os legumes e se interessar por eles. Levá-lo à feira ou ao supermercado e permitir que ele escolha alimentos também é uma boa forma de incentivá-lo a ter uma alimentação saudável.
Deixar as guloseimas longe das crianças e oferecê-las como recompensa:
Onde você guarda as guloseimas na sua casa? Esse lugar pode fazer toda a diferença. Você sabe bem que criança adora tudo que é proibido e também gosta de brincar de caça ao tesouro, então, esconder doces e guloseimas pode ser um estímulo.
Para evitar que seu filho coma guloseimas sem parar, crie regras de consumo, diga a ele quando e em que situações poderá comer. Isso fica mais fácil quando a criança ainda é pequena, porque ela se acostumará. Mas, se seu filho já é maior, deixe os doces para os fins de semana. Se ele pedir mesmo assim, seja forte e diga não. Também não vale oferecer como recompensa em troca de um ‘prato limpo’: isso pode fazer com que a criança encare a comida como vilã.
Oferecer verduras e legumes sem graça:
Se tem uma coisa com a qual todo mundo concorda é que ensopadinho de chuchu não é um prato que se possa chamar de tentador. Mas dá para deixar as verduras e legumes um pouco mais atrativos, sim!
O trabalho começa já na hora da compra. Vegetais frescos têm aparência melhor. Cuidado para não deixar aqueles que precisam ser preparados no vapor passar do ponto, desligando o fogo quando eles ainda estão crocantes. E não é preciso decorar cuidadosamente o prato, com carinhas, por exemplo, todos os dias. Como isso também é uma forma de camuflar os alimentos, use a tática com moderação (em dias especiais, por exemplo). Cortar em cubinhos ou em rodelas já é suficiente.
Desistir rápido demais ao oferecer um novo alimento:
Pense no milho. Ele pode ser apresentado em diferentes formas: na salada, cozido, refogado, como bolinho, creme, suco e até bolo. Este é o exemplo que você precisa seguir em casa antes de dizer que seu filho não gosta mesmo de determinado alimento.
Os pediatras aconselham a oferecer o mesmo alimento, pelo menos, de sete jeitos diferentes e várias vezes. Não é um exagero. A criança pode não comer no primeiro dia, mas aos poucos, a forma de apresentação ou a curiosidade vai levá-la a experimentar e ele pode gostar. Mas, se depois de todas as tentativas ela continuar se recusando a comer, aí sim, você pode dizer que ela não gosta.

Hoje, sei que ainda tenho que melhorar em muitos quesitos na alimentação do Heitor, mas sei que estou na direção correta, e isso para mim que vale muito!

E aí na casa de vocês, como é na hora da alimentação???

Até a próxima!
Visitem meu blog: Mãe de Primeira Viagem

14 Comentários:

  1. Como tudo..... para uma criança, as COISAS precisam ser divertidas! Comer também! É simples. Bjus Coisas da Lara

    ResponderExcluir
  2. A Luma também é boa de boca amiga
    Mas as vezes não quer almoçar aff
    Vou comprar esse caldeirão
    Bjkas
    Leteia Bispo – Segredos da Luma

    ResponderExcluir
  3. Amei as dicas vou enviá-las as minhas cunhadas!!!! Tenho certeza que elas farão bom proveito de muitas delas!!! Bjos!!!

    ResponderExcluir
  4. Sempre achei importante a criança
    almoçar, jantar sempre junto com a família
    amei as dicas, e da cadeira
    melhor ainda
    tinha essa manina de camuflar alimentos hoje não
    o faço mais.
    linda noite bjs

    Ser Mamãe Pela Segunda Vez
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  5. Ótimo post, muitos pais precisam ler esse tipo de coisa e fazer seus filhos comerem melhor! bjo

    ResponderExcluir
  6. aqui e assim amiga quando alycia aprendeu a andar eu saia atras dela, ela come de tudo e hoje ela quer comer sozinha, coloco o prato no chão e ela come tudo..
    e tambem come assistindo tv srrs

    bjos

    ResponderExcluir
  7. Boas dicas!!
    Vou praticar por aqui!!

    Beijos
    Gleysa

    ResponderExcluir
  8. Preciosas dicas... amei.. logo poderei colocá-las em prática...

    beijooos

    http://esperadomeupresentinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ja tinha lido esse post no blog da Tatty e adorei, tem me ajudadu bastante. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olha, muito verdade essas coisas, aqui já cometi muitos desses erros e ainda cometo alguns outros mas a gente vai aprendendo quando se tem o objetivo de fazer o melhor para os filhos neh?/
    Adorei o postCarlah Ventura - Intensa Vida

    ResponderExcluir
  11. Adorei as dicas. Eu confesso que preciso melhorar muito, qualidade e não quantidade é o melhor.
    Preciso começar a deixar ele comer sozinho mais vezes, acho que comigo acaba comendo melhor, mas vou mudar isso já.
    Bjs
    Vivi e isaac

    ResponderExcluir
  12. Nossa aqui eu to na briga com ele que so quer comer carne, e ai oq faço? é dificil mais sempre que dou na boca dele ele come tudo, mais ate quando isso?! eu só tenho que ter paciencia
    Bjinhos

    mamaenathan.blogspot.com

    ResponderExcluir

Amo quando você comenta! Sua opinião é muito importante e cada comentário muito especial!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...