Diferença entre o ensino tradicional e o construtivista nas escolas.

Quando escolhi a escola do Lucas, já sabia que o ensino era construtivista, mas para falar a verdade na época, isso há mais de 2 anos atrás, nem me liguei muito em procurar saber de fato quais eram as diferenças principais e de fato se existiam. Meu esposo me explicou algumas coisas e eu achei muito interessante, além de ter amado a estrutura da escola e assim matriculamos nosso menino. Minha pergunta hoje é: Você sabe qual é a diferença?



Na escola tradicional o professor é a figura central, ele ensina de maneira sistemática e o aluno absorve o conteúdo. Nas escolas mais tradicionais o ensinamento dado pelo professor não pode ser questionado e é visto como uma verdade absoluta. O tipo de avaliação é feita levando em conta a pontuação obtida pelo aluno e isso mede o tanto de conhecimento que ele absorveu durante as aulas e estudos em casa. Fonte aqui. Esse modelo de escola foi o que eu estudei minha vida toda e quase certeza tenha sido o que você estudou também. A verdade é que não sei ao certo até que ponto isso é negativo ou positivo, mas muitas vezes lembro de ter achado as aulas monótonas e sem graça

Na escola construtivista o professor não é visto como único detentor do conhecimento, o estudante constrói o conhecimento através de formulação de hipóteses e da resolução de problemas. O objetivo do construtivismo é que o aluno adquira autonomia. As disciplinas são trabalhadas em uma relação mais próxima com os alunos e envolve fatores interdisciplinares. O construtivismo foi idealizado para acabar com as provas, porém as escolas construtivistas na sua grande maioria realizam as provas normalmente. Fonte aqui.

A grande diferença está na maneira como o ensinamento é passado e cabe você descobri qual dos ensinos é melhor para seu filho. Se sua criança gosta de questionamento visite e conheça escolas construtivista, mas se sua criança prefere informações a escola tradicional é perfeita para ela.

Qual o método de ensino da escola de seus filhos?


13 Comentários:

  1. Adorei o post .. sempre é bom termos essas informações, e muitas vezes nem sabemos a diferença de uma ou de outras quando vamos escolher a escola ...

    Beijos Mi Gobbato!!!
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. muito bom amiga, quando eu estudada no ensino fundamental era o método tradicional dando nota encima de provas..e no ensino médio era os 2..na escola da alycia ainda nao sei e nosso 1° ano, vou avaliar..
    bjos

    ResponderExcluir
  3. Gostei de conhecer
    Dicas ótimas,
    Bjus
    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Acredito que este tipo de ensino dá mais oportunidade à criança para construir até mesmo seu caráter, e os trata como seres individuais, respeitando suas escolhas, muito bacana mesmo!

    bjo!

    ResponderExcluir
  5. Muito bom seu post amiga, arrasou :)
    bjcas
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adorei seu post,mas meus pequenos ainda não vão a escola só ano que vem
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Amiga esse assunto é complicado
    Mais eu prefiro o ensino tradicional, onde os alunos na primeira série já saiam alfabetizado. E onde havia o respeito com professores. Meu filho de 7 anos ainda não sabe ler, eu que estou dando um reforço em casa. acho que o ensino construtivista não prioriza o alfabetismo np primeiro ano escolar.
    Bjs
    Ótimo post
    http://soumaedecinco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Heitor ainda não estudo mas quando chegar a hora de escolher vou prestar muita atenção!
    Bjos
    Tatty Nunes - Mãe de Primeira Viagem

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia a diferença, e na verdade não sabia que existia outo método fora o tradicional.
    Mas acho que o que busca melhor ensinar é válido, aprender sempre e descobrir e opinar é importante.
    Bjs
    Vivi e Isaac

    ResponderExcluir
  10. Ajudou muito em minha disciplina de Teorias do Currículo.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Jamilly, vou te dizer a real: se você realmente ama seu filho,não deseja que ele seja um analfabeto funcional e quer ver o conhecimento dele evoluir saudavelmente, mantenha ele longe de qualquer escola construtivista. Deixe eu falar um pouco de mim: sou pai de um menino de um pouco mais de dois anos e professor de Física de um curso de licenciatura. Estou recebendo nas minhas turmas os primeiros alunos "alfabetizados" pelo método construtivista, e o desempenho de tais alunos é terrível. Eles não conseguem interpretar textos simples e são incapazes de executar cálculos elementares. Estes alunos são o que chamamos de analfabetos funcionais, e os considero caso perdido.

      Vou colocar aqui um trecho do seu texto e tentar explicar o porquê do construtivismo ser uma grande mentira:

      "o professor não é visto como único detentor do conhecimento, o estudante constrói o conhecimento através de formulação de hipóteses e da resolução de problemas."

      Veja só Jamilly, numa sala de aula cheia de crianças que estão aprendendo a ler e escrever, quem seria o outro detentor do conhecimento relacionado à alfabetização senão o professor? Outra coisa , é impossível a criança construir o conhecimento por si só e muito menos a formulação de hipóteses , pois vejamos, ela não é capaz por si só inferir as regras de formação de palavras só observando textos com palavras repetidas e figuras. Para isso a criança teria que ser um gênio indutivo do nível de Aristóteles.
      E como funciona a alfabetização construtivista? Por exemplo, quando vai se ensinar a palavra "gato", é apresentado textos onde aparece várias vezes a palavra e o seu contexto social. E também é apresentado cartões com esta palavra e o desenho do gato ao lado, isto repetidas vezes até a criança associar a palavra "gato" com o animal. Mas se no texto tiver a palavra "gata", a criança pensará que é "gato" , pois ela não aprendeu a decodificar a palavra através da combinação das letras.

      No método traficional, a criança por memorização dos fonemas e suas combinações , e da memorização dos símbolos e suas combinações, consegue decodificar palavras e frases, levando a verdadeira alfabetização.

      Por isso é importante a figura do professor e sua autoridade. Ele com seu conhecimento acumulado e experiência, sabe o caminho das pedras, e assim vem com a receita de bolo. Com sua autoridade ele conduz os alunos ao caminho das pedras.

      Eu recomendo para você Jamilly, o curso de alfabetização do professor Carlos Nadalin. Ele ensina como devemos alfabetizar nossos filhos em casa. Este curso vem apresentando grandes resultados na alfabetização de crianças e estou começando a aplicar com meu filho e gostando bastante dos primeiros resultados.


      Excluir
  11. Tenho que discordar em muito no seu texto, meu filho estudou por tres anos em escola construtivista e o desenvolvimento dele foi maravilhoso. Leu e escreveu super cedo, aprendeu a fazer questionamentos desde novinho. Não podemos julgar todo o ensino por seus alunos, correto? Como disse em meu texto, os pais devem saber o tipo de ensino melhor para seus filhos.

    ResponderExcluir

Amo quando você comenta! Sua opinião é muito importante e cada comentário muito especial!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...